quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Quem muito escolhe, pouco acerta.

Foi o que me disseram à pouco, numa conversa com uma amiga minha que tem como part time ser casamenteira. De vez em quando lá me arranja um rapaz que era mesmo bom para mim.
Tenho lá culpa que nenhum me  faça o tal click? 
Tenho lá culpa que não mande  no meu coração? Essas coisas não se escolhem. Quem me dera ser a minha cabeça a escolher na pessoa pela qual me vou apaixonar.


3 comentários:

  1. Também não tenho sentido nenhum clic, ultimamente...

    ResponderEliminar
  2. Não tem mesmo nada a ver com escolha mas com o tal clik de que falas. E acredita que acontece quando tiver de acontecer!

    ResponderEliminar