quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Isto existe??? - Rapariga de 29 acha a actividade sexual “repugnante”

Tem apenas 29 anos mas acha a actividade sexual “repugnante” “Não há nada de mal comigo fisicamente”, explica Lisa Smith ao ‘Daily Mail’. “Os médicos confirmaram isso. Os meus pais têm uma atitude aberta e saudável em relação ao sexo. Não houve nenhum incidente obscuro no meu passado que possa explicar a minha aversão. Nunca fui abusada ou maltratada, nem tão pouco fui obrigada a ter relações sexuais contra a minha vontade. Não sou homossexual, nem sinto nenhuma atracção física por mulheres.”Lisa Smith simplesmente não gosta de sexo. Na verdade, ela considera-o repulsivo, e garante que nunca mais voltará a passar por essa “tortura”. Mas não é fácil encontrar um parceiro disposto a aceitar uma relação de celibato. A britânica de 29 anos deseja encontrar um homem com quem casar, com quem possa partilhar o seu dia-a-dia e abraçar-se À noite no sofá. Mas sem sexo. Aliás, se um dia decidir ser mãe, Lisa vai adoptar.

in Sabado

Resta-me desejar boa sorte para encontrar outro ser no mundo igual a ela e que esteja disposto a isso.
Ando desde o inicio do inverno de loja em loja à procura de umas botas castanho escuras  e não encontro umas que goste! É possivel?

Bom dia


quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Chaos et Equilibrium





Já perdi a conta das vezes que vi isto... não me canso. Mexe comigo, faz me tremer por dentro.
Vale a pena ver!
Estou a tomar um  medicamento homeopático para a constipação, olho para o rotulo tem 70% de álcool  Só me faltava agora ser apanhada pela polícia!
Até agora 5 despedimentos, será que há mais..?

Inicio de relações

Já me tinha esquecido como era o inicio de uma relação, aquela fase em que nem  somos  ainda namorados, mas que no fundo acabamos por ser,.
Depois há aquelas situações em que não sabes como agir, não sabes até onde podes ir, o que podes exigir...
Sinto-me com uma feitio péssimo porque parece que estou  sempre à espera de mais, estou sempre à espera que me surpreenda, que faça sentir que gosta de mim, se por algum instantes não sinto isso, fico com um mau feitio. Nunca pensei que fosse assim, mas não consigo controlar.


terça-feira, 29 de janeiro de 2013

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

BLogs

Este blogue promete... e mais não digo!

http://finding-the-land-of-never.blogspot.pt/
Andei o fim de semana a acordar super cedo... Hoje quase que precisei de uma grua. Sempre a mesma coisa. Boa semaninha!

domingo, 27 de janeiro de 2013

Maratona de filmes

Nunca fui muito de ficar em casa a ver filmes, sou mais de andar por ai.  Este fim de semana tem sido diferente, a minha TV nova motivou-me a ficar em casa a usufrui-la.
Ontem e hoje de manhã já vi 3 filmes fantásticos:





A Vida de pi e o Impossivel são mais impressionantes, os 2 te deixam com a lágrima no olho.
É dificil eleger o melhor mas o que mais gostei foi A Vida de PI.

"A Vida de Pi não é uma mera história de sobrevivência de um náufrago em condições desafiantes e impossíveis. Embora tudo isso esteja presente, é um simples apetrecho para um quadro de representações alegóricas de vários apanágios da vida: o instinto de sobrevivência, a fé e o afecto. Interligados, o filme não faz juízos sobre a autoridade de cada um deles relativamente aos outros, remetendo tal escolha para o espectador, que a decidirá conforme a sua própria disposição na vida, na fé e nos relacionamentos. O próprio Pi revela-se uma personagem confusa, inicialmente na religião (segue três teologias), e mais tarde na jornada que realiza através de paragens e ocasiões improváveis. E se no fim se nos apresenta com duas versões dos factos, ainda que o filme apenas desenvolva uma, a confusão já não é de Pi, mas do espectador que deve escolher entre a fantasia e o real, entre as suas próprias convicções e o limite da sua crença."

sábado, 26 de janeiro de 2013

Fico Chateada!

Acordo, meto-me a ver um filme - A Vida de PI - E a meio PARA?!
Vou ficar nesta ânsia de ver como acaba?

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Massagens

Ontem em conversa uma amiga minha ela disse-me que lhe apetecia mesmo fazer uma massagem.
Disse-lhe logo que para mim nem pensar. Sou hiperactiva, estar parada num sítio muito tempo sem fazer nada... não... não me acalma!
Óbvio que sabe bem, mas aquele envolvimento todo dá cabo de mim. A última que fiz meteram-me numa sala com os pés a fazer massagens e a beber um chá, só  pensava  " Já vinhas e já me tiravas daqui ".
O meu ginásio tem sauna e banho turco e essas coisas, fui poucas vezes e nunca sozinha.
Massagens e coisas de relaxamento não dá para uma hiperactiva como eu, só me enerva!


quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

O meu pai é demais, agora manda-me mensagens todos os dias a dizer que me adora, que gosta de mim etc.
Agora mandou a perguntar se gostava dele. Inseguro!  :)
Este tempo deixa-me sem vontade de fazer nada.
Hoje ficava o dia todo na cama a ver um filme na minha televisão nova que é maior que o meu quarto, já a pensar em quando tiver a minha casinha!

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Perigos da internet

E não é que se andam a fazer passar por uma amiga minha no facebook?
Criaram um perfil só com fotos dela que tinha no hi5! O nome é outro mas as fotos todas dela.
Já foi denunciada e já foi eliminada. Mas faz nos pensar que realmente tem que se ter muito cuidado com estas coisas.

Feliz

Hoje estou feliz! Vai ser o primeiro dia de trabalho dele no emprego novo. Finalmente vai trabalhar na sua área, com um grande desafio e uma grande responsabilidade. Espero que seja o primeiro dia de muitos,  estou muito orgulhosa. Vou estar sempre aqui a torcer por ele seja de que maneira for.

Good Luck Baby 


terça-feira, 22 de janeiro de 2013

E não é que um colega meu andou a ver de quem eu andava a trocar muitas mensagens com uma pessoa, foi dizer aos meus outros colegas, que me viram perguntar quem era o palerma? ( como o tenho registado no meu tlmv)
Mas há gente mesmo cusca, credooo

CHOVE...

Pedra!

A Minha Musica do Momento

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Adoro boas notícias e hoje recebi uma EXCELENTE!
Fico feliz quando vejo pessoas à minha volta atingirem os seus objectivos! 

Sushi Alentejano

Quem fim de semana bom!Pena já ter acabado.
Este fim de semana fui a um restaurante novo e aconselho. Chama-se Gustus e come-se lá Sushi Alentejano, é optimo. Fica ao pé do El corte inglês,  a comida e divinal, a sangria de frutos silvestres fantástica, os empregados de mesa uns queridos.
Foi uma nova experiência e ficou aprovadíssima. O preferido, HoT Rolls de alheira e espinafre, MUITO BOM.



sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Chegar ao trabalho e ter uma convocatória para Domingo as 10 da manhã é coisinha para ir muito satisfeita para o fim de semana!

Eu e o Strarbucks não nos entendemos!

Sempre que vou lá acontece-me alguma coisa.
Foi lá há 1 mês, pedi uma Moka branco, fiquei mal disposta o resto do dia.
Ontem fui lá pedi um café americano queimei-me toda, tenho a boca toda F#$%".
Relações cortadas!

Armstrong


  1. "Armstrong dopou-se em cada uma das sete vitórias no Tour"


Acho vergonhosa uma história destas. Revela uma falta de carácter e de respeito para com os outros colegas que treinavam horas e horas para conseguir alcançar um titulo na vida. Este  senhor até devia ser preso! Expliquem me como só agora é que se descobre isto? Como ele enganou tanta gente, durante tanto tempo? Como ele conseguia dormir de consciência tranquila? 

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Esboço um sorriso quando recebo uma mensagem....

" És o amorzinho do pai. ADORTE-te Bjo" 

Esta história da amizade...

Sou uma pessoa que tenho muitos amigos e amigas, estou sempre na primeira fila para dar os meus conselhos, o meu apoio, os meus amigos sabem que podem contar sempre comigo, pois eu vou estar ali a ouvi-los o tempo que precisarem.
Uma grande qualidade do ser humano é Saber ouvir o outro, estar 1 hora sem falar e pensar em si próprio é um grande exercício mental, estar a escutar sem dizer " E eu..." e sem pensar " conta la isso, despacha-te que tenho aqui uma coisinha para te dizer sobre mim".
Eu sou uma pessoa  fechada, não tenho por hábito falar, muito menos quando estou mal. Há 2 ou 3 pessoas no meu grupo grande de amigos que têm a capacidade de me por a falar mais de 1 hora seguida sobre o que sinto e que me conhecem a alma. A maioria são pessoas que adoro estar, conversar sobre o tempo, sobre o filme que vi ontem, sobre a saída de ontem a noite ou sobre elas, próprias. 
E se pensarmos muito bem sobre isto, o nosso vasto leques de amigos resumem-se a 2 ou 3. 



quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Hoje está a ser um dia difícil, quero sair daqui, as horas não passam.
Estou preocupada, ansiosa e com um aperto no peito.
Quero que este dia acabe rápido PF.

Ando mesmo estranha com esta história de me estar apaixonar.
Tenho alguns traumas do passado que me fazem parecer uma bipolar. Cada vez que sou mais fofinha para ele a seguir viro um cubo de gelo e penso que não devia ter sido. Não sei o que se passa comigo!
Acho que já não sei gostar de alguém, algo dentro de mim faz-me recuar sempre que tento dar um passo em frente.


Atriz portuguesa ganha prémio internacional de cinema pornográfico

Afinal ainda somos bons em alguma coisa!


Expresso



Haja força e motivação para trabalhar!



terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Agua mole em pedra dura, tanto bate até que fura.

Podia ser o titulo da nossa historia. 
Já há cerca de 2 anos que ele tem tentado. Achava-me piada e fazia questão que eu soubesse, amigos em comum  chateavam-me, diziam-me " ele é que era um rapaz bom para ti". 
Quando o conheci andava com  o Z. e  não lhe dei nenhuma importância. Pediu o meu número a uma amiga minha, mandava-me mensagens, nem respondia. 
Fisicamente nunca me atraiu, não é lindo de morrer, da minha altura, passa despercebido. Passou-me despercebido todo este tempo. 
Foram entrando e saindo pessoas da minha vida, tentativas falhadas, sempre com uma mosquinha  atrás de mim a dizer " ele tem tudo a ver contigo", nem ligava.
Nos últimos tempos, decidiu atirar-se de cabeça, mensagens de bom dia, de boa noite, e és linda e bla bla, fartava de tirar fotos comigo.... No inicio, tinha dias que respondia, outros que fazia de conta que não via.  
Achava graça a forma que ele lidava comigo, fazia-me rir, sem dar por mim comecei a responder, a perguntar por ele...
Convidou-me para o seu aniversário e fui. 
Nesse dia recebeu um bilhete para um concerto e convidou-me para ir com ele, já bem alegre dizia a toda a gente que eu era o amor dele (vergonhaaaaa).
Faz hoje 1 mês fomos ao concerto e algo mudou. 
Hoje estamos juntos e sinto-me   todos os dias mais pouco apaixonada. Está-me a conquistar pela sua maneira de ser, tem tudo aquilo que dizia que queria para mim. 
Está a dar-me uma lição de vida,  andamos à procura do nosso príncipe em todo lado e por vezes está mesmo ao nosso lado, nós é que não queremos ver. 
Não sei como vai acabar esta história, por agora o que posso dizer é que me sinto feliz e cada vez mais apaixonada por aquele rapaz que um dia me disse " um dia ainda te vou conquistar" ...Eu ri-me! 



Globos de Ouro

O Preferido 

Conheço uma consultora de imagem  OPTIMA querida Lucy!

1 mês


segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

BENFICAAAAA

Finalmente em Paz,
O fim de semana foi  bom?
O meu foi muito bom.
Ontem foi à Luz ver o glorioso, ainda levei com uma pedra na cabeça. Então não é que vão duas corajosas  malucas da cabeça   vão ver o jogo com um cascol do Porto para o meio da claque do Benfica???? Iam morrendo.... mas quem levou com a pedra fui eu!
Não sou nada contra  haver pessoas do  FCP no meio dos Benfiquistas mas tem que haver respeito, correram sérios riscos de ficarem sem os dentinhos da frente.
Deviam ter visto a fúria dos no name quando se aperceberam daquelas duas, um piso os separavam... SORTE!

Hoje ainda não fiz nada de jeito.
O meu gabinete parece o metro de Lisboa...
Entra e sai
 Toda a gente decidiu fazer sala hoje. 

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Caso Pepa - O lado positivo da história

Ao contrário do que se fala, penso que este anuncio foi muito bem conseguido, tanto para Samsung como para a Pepa. 
Porquê?
Aposto que a cara Pepa nunca teve tantas visitas no blogue, nunca ninguém falou tanto nela, nunca foi tão conhecida como agora,  aposto que a Chanel vai se sentir tão lisonjeada de ser tão importante para alguém que lhe vai oferecer mala/ carteira wherever! 
Para a Samsung.. querem melhor publicidade? Toda a gente fala nisto, toda a gente fala na Samsung,  já ouviram aquele ditado Falem mal de mim mas falem?  Se não a fosse a Pepa ninguém falava nisto! 


Não basta amar alguém, é preciso que aquele que amamos também nos saiba amar. E amar é estimar, proteger, ajudar, motivar, amar é uma aprendizagem infinita, uma tarefa eterna, como pensar e escrever. 

Margarida Rebelo Pinto



quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Está oficialmente aberto a época do Carnaval!

Já disse que odeio?
E as minhas amigas adoram! No ano passado lá me convenceram a ir....
Este ano já andam a combinar fatos e jantar e ramboia...

AVISO: Jantar e Ramboia,  como é óbvio, contem comigo!
Mascarar-me, ir para o meio da confusão ( Torres-Vedras), tentar me desviar do maior numero de pessoas, tudo ali apertadinho apertadinho,  FORGET!




Percebes que estás num dia mau...

Quando um colega teu, depois de ter estado 1 hora a mostrar videos para rir, eu a tentar fazer um esforço para ri,  Sai pela porta do meu gabinete e diz:

" Estás mesmo a precisar de apanhar numa bebedeira que hoje ninguém te atura"



Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

Comecei um dia com entaladão...... fecho a porta e o meu dedo fica lá! Parvo pah!

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Era uma vez...

Acabei de ler isto, escrito por uma amiga minha. Licenciada em comunicação social, sonhadora, criativa. Sou sua fã numero 1 e não entendo como uma pessoa com ela está desempregada da sua área de formação.  Para além disso é consultora de imagem e já falei dela aqui. Dress your soul conhecem? 


Estou parado no sinal encarnado, prestes a entrar no frenezim da mãe das cidades, Lisboa. As pessoas passam em frente a mim, atropelam-se com pressa de quem vai trabalhar, passear, encontrar alguém, e eu?

Estou perdido! Não vou trabalhar, não vou passear, nem encontrar ninguém…

Cabelos encaracolados e cor de ouro, dançavam ao sabor do vento, uma gabardina castanha bem apertada e na mão, uma pasta. Eras tu!

À primeira vista, pensei que fosses jornalista, aquela pasta não enganava, ainda por cima na zona onde nos encontrávamos… o Marquês de Pombal.

Estavas com ar de quem estava atrasada, com pressa de ir ao encontro de algo. Não deste pela minha presença, mas em contrapartida, eu não me consegui desligar da tua pessoa um segundo. Comecei por imaginar o teu nome… Maria? Amélia? Beatriz? Matilde? Estes foram os primeiros que me vieram ao lobo frontal, afinal eram os nomes que eu mais gostava, e nada mais adequado que esta mulher que me tinha hipnotizado sem saber, possuísse um destes quatro nomes. Começas a correr na longa passadeira, as levam-te para longe da minha vista, deixo de te ver… Ergo a cabeça na tentativa de te observar uma ultima vez, mas já tinhas sumido do meu horizonte. Fechei os olhos, e tentei guardar-te nos directórios dos ficheiros do meu cérebro. Instintivamente procurei imagens e fiz força para te guardar no meu pensamento. Como era possível? Eu não acreditava em Amor à primeira vista, mas o que aconteceu, foi que tu não me saíste do pensamento.

O semáforo caiu para verde, mas eu… continuava embevecido nos teus cabelos dourados, na leveza do teu andar e na inocência do teu sorriso… Os carros começaram a apitar-me para que andasse e eu estava literalmente noutra qualquer dimensão, que não a que eu deveria estar naquele momento. Pus primeira e arranquei. Aquela musica que ouvia naquele momento também não ajudava, parecia que tudo se enquadrava ao momento. Tu, a música de nome Heartbeats (Bater de coração), e ele batia a mil à hora naquele preciso momento. Parei o carro, estacionei-o, paguei o exagerado parquímetro. Mais uma moeda para pagar a gulosos, mas paguei, gosto de cumprir os meus deveres de cidadão, não é que este seja um deles, mas também, entre pagar ou ser multado, prefiro pagar. Comodismo talvez!

Não vos falei de mim, sou desempregado. Aliás sou enfermeiro, mas com tantos por ai, eu sou mais um daqueles que não arranjou o que fazer, e ainda sonha com a primeira oportunidade. Ainda me lembro dos meus pais, que eram humildes padeiros me dizerem: “Martim, fica com o que é nosso”, mas eu não conseguia, queria mais, tinha outras ambições, e foram elas que me levaram a sair da asa dos meus velhotes, para correr ao encontro dos meus sonhos, das minhas ambições. Ah, antes que me esqueça… Chamo-me Martim, Tim para os amigos.

Horas depois de andar a deambular feito vagabundo pelas ruas de Lisboa, chego a casa. Ponho a chave na ranhura, dou quatro voltas ao trinco e a porta velha e barulhenta dá de si e abre-se para que eu entre em casa. Pouso as chaves, acendo as luzes, e procedo ao ritual do costume… Ligo o computador. O toque do meu telefone avisa-me que tinha uma nova chamada. Ligo 1234, o número das chamadas: “Ahhh ligaste para o Martim dos matrecos, agora ando por ai, e mesmo que estivesse não te ia atender, sou do contra”, que estupidez pensei. Esta mensagem foi posta quando entrei para a faculdade e nunca mais foi mudada, enfim tenho de perder alguns minutos e trocá-la imediatamente. Comecei a pensar se um dia alguém importante me ligasse e ouvisse aquilo… que vergonha! Esperei para ouvir a mensagem…

“Boa tarde Martim Rodrigues, sou João Seabra do gabinete de Recursos Humanos do Hospital Sousa Martins. Gostaríamos que nos contactasse o mais breve possível, ou então que viesse cá amanha às 15h, à entrevista para a vaga de enfermagem! Obrigado.”

A entrevista correu lindamente, e a vaga é minha! Sou enfermeiro, mas todos me diziam para escolher jornalismo, tenho cá uma conversa…

Esfreguei os olhos, queria ter a certeza…

Quando entrava no espaço de observação, olhei para um anjo que estava deitado na maca, eras tu! Tinhas sofrido um grave acidente de viação, e permanecias ali em coma, já há alguns dias. Puxei uma cadeira, sentei-me ao teu lado, e comecei a falar-te de mim. Acho que até gostavas, mas nunca mo disseste. No dia seguinte comprei um bouquet de flores silvestres, tinhas cara de menina do campo, mas ao mesmo tempo de mulher citadina, e resolvi apostar no campo, com aromas a lavanda. Naqueles longos dias, cheguei mesmo a pensar, que a carta de despedimento chegasse até mim. Chegava ao Hospital, tomava café, e corria para o teu quarto. Falava contigo horas a fio, sobre o dia, as notícias, a bola, e nem consegui discernir, que talvez não gostasses de futebol… De todas as mulheres que conheci, tu foste realmente aquela que conhecia tudo soube de mim. Já nos imaginava ao som da música com que te conheci, Heartbeats (Bater de coração), a passear naqueles dias de Inverno numa praia. Os dias começaram a passar…

O tempo não perdoava e continuava a andar. A Terra girava, e eu a amar-te dia e noite. Amava-te como se estivesses comigo, como se eu soubesse que me amavas, como se fizéssemos parte do mesmo coração, da mesma vida…

Passaram-se dias… meses… e eu modificava a olhos vistos. Fazia tudo para te agradar. Comecei a arranjar-me, estava a ficar atraente, sentia-o. As mulheres reparavam em mim, mas eu? - queria estar de cair para o lado quando acordasses. Apaguei aquela mensagem do rei dos matrecos, e troquei pela mensagem sentida de um homem apaixonado – “Ligou para Martim, neste momento estou com a princesa dos meus olhos não posso atender, ligue mais tarde, ou deixe recado”. As mensagens de voz no meu telefone acumulavam a cada dia que passava. Nunca estava em casa, e quando estava, ou dormia, ou tentava arranjar e embelezar o que eu imaginava vir a poder ser o nosso nicho de amor.

Na noite em que tudo aconteceu, já estava deitado. Tinha acabado o meu turno e eu estava completamente de rastos. O telefone tocou uma, duas vezes, até pensei deixar cair para mensagem, mas como já não tinha espaço no atendedor de chamadas resolvi atender… Era do Hospital!

Saltei da cama, vesti-me, agarrei nas chaves de casa e corri para junto de ti. Estavas a fugir de mim, da vida, estavas a ir embora. E eu? Nada podia fazer…

As imagens passavam no meu cérebro a quilómetros por hora. A imagem dos teus cabelos encaracolados e cor de ouro, que dançavam ao sabor do vento no dia em que te conheci não me saiu uma vez durante aqueles largos segundo, que me pareceram horas. Os médicos lutavam por ti, mas tu não davas sinal de resposta, e partiste uma vez mais sem me dizeres ao menos o teu nome… Sabia que te tinham chamado de Amélia, porque estava escrito na tua ficha técnica, durante estes dois anos de estadia no Hospital.

Já passaram cinco anos desde que tu desapareceste uma vez mais da minha vida, mas só hoje tive coragem de passar para papel este sentimento de vazio que às vezes ainda sinto dentro de mim.

Refiz a minha vida, sou pai de uma menina, Amélia, mas mesmo feliz, e embora ame Matilde, a minha mulher, nunca me vou esquecer dos Cabelos encaracolados cor de ouro, que dançavam ao sabor do vento, da gabardina castanha bem apertada e na mão, uma pasta. Nunca me esquecerei de Ti!




Ontem fui ao Spinning

Dores... muitas dores.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Então esse fim de semana foi bom?
O meu foi muito bom!
A minha melhor amiga fez anos e reencontrei pessoas que adoro na festa dela.
Aproveitei para descansar, ontem foi dia de ronha.
E a casa dos segredos viram? Curiosa para o que vai sair daqui.

Boa semaninha para todos




domingo, 6 de janeiro de 2013

A sério que fico revoltada com isto... em casa a fazer zapping, passo pela TVI, Festa de Reis... muito giro. É só cantores e musicas da treta?! Quando é que começam a dar antena aos artistas excelentes que temos nestes país, com grande potencial e que mal se ouvem falar, não entendo a sério!
"Há dias que marcam a história... a história da gente."



sábado, 5 de janeiro de 2013

Fui fui fui!
Fico tão contente! 40 min correr, caminhar, correr, caminhar e tirar umas fotos!










A Terra onde eu moro :)

Dilemas...

Estou na cama e penso..

Vou correr? Nahhh
Vou correr? Bora


Vou correr? Nahhh
Vou correr? Bora


Vou correr? Nahhh
Vou correr? Bora


Vou correr? Nahhh
Vou correr? Bora




A minha musica do momento

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Noticias hilariantes




Lily Allen confunde gases com trabalho de parto
in Vidas
 
Realmente... uma pessoa sabe lá.... 
 
Não tenho mesmo paciência para chatices parvas... detesto quando se apodera de mim o meu mau feitio.

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Frases MRP




" ...e foi nesse dia que deixei de te amar. Quando me passou a raiva, o ciúme, e a tristeza de te ter perdido, porque, na verdade nunca te tive por inteiro. Mas não te tenho mágoa e isso traz algum conforto à minha alma, agora de novo, leve e livre. "

Hoje está um dia lindo





quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

HELP ME

Sugestões de sítios para passar um fim de semana no Alentejo.

Barato e romântico  :)

obrigadinha

A Minha Musica do Momento

Assim não há coração congelado que resista!


Passagem de ano



Então essa passagem de ano como foi?

A minha não foi a que eu sonhei mas foi boa.

Fomos jantar ao ENTRA em Lisboa, não conhecia o restaurante e fiquei fã, a comida óptima a ementa super original, muito bom!

Deixo-vos aqui com as a discrição das sobremesa









Depois 23:30 saimos do restaurante. O restaurante é em Marvilla e ia passar a passagem de ano ao Palacete leitão, adivinhem o que aconteceu? Pois... Não cheguei a tempo e passei a passagem de ano no carro, parada na avenida da liberdade.

O meu ano 2013 não começou com passas, nem champanhe, nem fogo de artificio, nem desejos, nem cuecas azuis à estreia, mas começou ao lado de pessoas muitos especiais, e o resto não interessa.