sexta-feira, 30 de outubro de 2015

"Quero dias diferentes, pessoas que me acrescentem, quero vida e muita alegria ao meu redor, quero luzes coloridas e brilhantes, quero paz, quero amor, quero a liberdade de saber quem eu sou!” 
―Ana Carolina

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Há dias tristes, muito tristes.
E se fosse uma pessoa ambiciosa podia estar contente, mas não, estou triste.
Nunca vou ser ambiciosa, nunca o dinheiro ou o poder vai ser a minha prioridade de vida. Era incapaz de tramar, passar por cima de um amigo para atingir os meus objectivos.
Gosto de ser reconhecida pela pessoa que sou, pelo meu trabalho, pelo meu esforço.  Não queria subir na carreira em função da infelicidade de alguém que gosto.
É o que vai acontecer, vou dar um passo na minha carreira, mas estou profundamente triste.

terça-feira, 27 de outubro de 2015

MAriza

Já não comprava um cd há anos, mas assim que ouvi uma musica do novo cd da Mariza pensei que tinha que o comprar.
Estou a adorar a mistura de estilos!



segunda-feira, 26 de outubro de 2015

De volta ao Trabalho!!!


E nada como uma semaninha fechada em casa, mesmo doente, renovar energias e dar valor ao puder acordar e ir trabalhar.


quinta-feira, 22 de outubro de 2015

O post anterior já foi publicado há tempo veio meio atrasado 

E é assim há 4 dias...


Amig
Finalmente ao fim de 6 dias acordo sem me apetecer cortar o pescoço! Bolas que isto de ter uma amigdalite não é pera doce.
Vantagem: deve ter perdido uns kgs lol

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Diz-me como comes, dir-te-ei quem és

Hoje li um estudo engraçado, que associa a forma de comer à personalidade da pessoa.
Parece que quem come devagar é mais confiante, diz que comer devagar pode ser causado por tristeza ou falta de energia. Eu quando como devagar é quando estou a  falar, a falar a falar... ai como devagar, tirando isso sou super sónica ( ERRADO).
Quem come rápido (Euuuuu) são capazes de fazer várias coisas ao mesmo tempo ( certo) pensam de forma mais rápida ( certo) e coloca as necessidades do outros como prioridade às suas (certo, mas já fui pior)

Concordam?



quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Crescemos e percebemos que nada acontece como queremos ou quase nada.

Ontem falava com uma das melhores amigas sobre objectivos de vida. Desde pequenos somos incutidos que há uma evolução natural na vida. Por volta dos 30 anos é suposto vir o casamento, os filhos, estarmos no trabalho que ambicionamos a ganhar dinheiro para não nos faltar nada e quantas pessoas isto acontece na realidade? E vem a frustração, a desilusão, questionamos do caminho que devemos seguir.
Fazendo o balanço da minha vida com 28 anos, posso dizer que estou a caminho,  estou a trabalhar na minha área, mas a pensar que talvez não seja aqui o meu futuro. Tenho o meu namorado e acredito que mais dia menos dias damos o passo seguinte, casamos e depois temos filhos.
Nunca se sabe, a vida está em constante mutação. Sinto que a nível pessoal estou a evoluir como esperava, a nível profissional estou em fase de mudança, de me questionar onde estou e para onde quero ir.
No fundo só temos de lutar para ser felizes, seja de que forma for, ir de encontro ao que sentimos.

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Parece que se instalou o Outono, cheio a terra, cheiro da chuva.

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

The voice

O meu programa de entretenimento favorito.
Começou ontem.

Na Sexta fui assistir às gravações e digo-vos uma coisa, não há melhor coisa para aliviar o stress.
Já experimentaram ir assistir ao vivo a este tipo de programas? Aconselho.

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

" José Rodrigues do Santos homofóbico".

 E pronto instala-se o terror. Mas será que pararam um bocado para ver a reportagem? 1- onde é que vos parece que ele está a ser homofóbico? 2 - se viram, como eu vi, primeiro aparece uma mulher, que logo ai confunde... Ele explicou e realmente o que diz faz sentido. Fico triste e revoltada com o que se passa à nossa volta. 
É mais fácil criticar, apontar o dedo, gozar, do que perceber o outro lado, colocar-se no lugar do outro. E assim destroem-se carreiras, pessoas.... Antes de comentarmos as coisas vamos tentar entende-las boa???

Não expectativas = Sempre surpreendida - Surpresa 2 anos

Se há coisa que aprendi na vida foi a não ter expectativas ou saber lidar com a frustração. Quando fazemos anos, aniversário de namoro, ou festejamos algo arquitectamos logo uma serie de coisas que gostávamos que nos fizessem ou palavras que gostaríamos de ouvir. ERRADO sai-nos sempre sempre ao lado, podemos até transformar um dia especial num dia triste e cheio de desilusões. 
Então quando a expectativa está relacionada com homens, meu Deus, tanta desilusão... ou não! 
Por defesa não espero nada do meu namorado, ou tento pensar " ele não vai fazer nada convence-te" " ele não se vai dar a grandes trabalhos convence-te" e é este o exercício que faço para meter a expectativa no sítio. 

Ontem fiz 2 anos de namoro e fiz este exercício mais uma vez, la dei a dica durante a semana para ele pensar num restaurante e tal, mas na minha cabeça já tinha um plano B se a última da hora ele me dissesse " escolhe lá tu".

E o meu namorado lá  pensou, decidiu e surpreendeu!

Ontem levou-me a jantar ao Farol Hotel, um sítio lindooo, pena estar de  noite porque de dia ainda teriamos uma vista mais fantástica. Podiamos escolher comida mediterrânea normal ou Sushi. Não é preciso pensar muito quando me perguntam o que prefiro -  SUSHI - Sushi Design, adorei. Adorei o espaço, o atendimento, o ambiente e a comida surpreendeu, aquele Hot Rols são divinais.

Adorei meu amor!



quarta-feira, 7 de outubro de 2015

2 anos

Hoje faz 2 anos que lhe pedi em namoro, sim fui eu que pedi.
Depois de tudo o que já tinha feito por mim, depois de tudo o que já demonstrava só podia ser eu a tomar este passo.
Se fosse hoje voltaria  e pedir, não mudava, era ele que queria, é ele que me faz sorrir, me faz sentir amada, me faz querer ser de alguém para o resto da vida.

Parabens a nós!


terça-feira, 6 de outubro de 2015

Sacrificios familiares

Este sabado vou fazer o sacrificio da vida pela minha madrinha.
Separada há 2 anos, costantemente a pedir me para irmos a uma discoteca com musica anos 80.

É muita coisa que odeio junta! GOD

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Um direito e um dever.

Neste domingo temos eleições. 
Sempre votei e sempre que me for possível vou votar, nem que seja em branco é um dever cívico. 
É inevitável nesta altura me lembrar da minha bisavô, faleceu o ano passado... e se custa pensar nisso. Lembro-me dos últimos tempos dela de vida, mal saía de casa, só saía sabem para quê? Votar, ia quase ao colo, mas ia. 

Foi algo que ela ganhou, um direito que não teve sempre e por isso dava valor e fazia questão.  Quando a vi na mesa de votos fez-me pensar. Prometi a mim mesma que o faria sempre, sempre que possível. 

Domingo de chuva

Já estou as imaginar a nossa tarde de sofá, manta e amor!

VICIADA


quinta-feira, 1 de outubro de 2015

as coisas mudam... nós mudamos

Se havia coisa que antes não acontecia e agora acontece é me deixar sugar por más energias.
Sempre tive uma protecção, soube afastar as más energias de mim, agora não. Sinto que estou mais sensível, que absorvo tudo.
Podia ter mudado para melhor, mas neste aspecto não.