quarta-feira, 30 de abril de 2014

Farta

Começo a ficar farta, farta desta situação! Ver os dias a passar e nada de novidades. Estou farta de não fazer nada, sinto a minha vida em modo " pause".
Pelo menos já sei quando regresso para casa se xs, já não é mau. 
Não nasci mesmo para não fazer nada. 

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Eu tenho as minhas reticências em relação às praxes, mas agora tudo o que acontece em jovens relacionam com as praxes "essas malvadas que matam jovens" ?!

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Amizade

As vezes a vida afasta te de pessoas que tu nunca esperas. Quando das por ti, vês a tua melhor amiga longe, porque naturalmente as pessoas desencontram-se, têm vida diferentes, continuam no teu coração embora deixem de estar no teu dia a dia.
Ontem voltei a estar com ela, aquela pessoa que me conhece melhor que ninguém, que partilhei os momentos mais importantes da tua vida, que passei os melhores e os piores dias, que ri como ninguém, quem me deu o colo e deixou tudo quando precisei.
Foi bom perceber que a nossa cumplicidade se manteve, olho para ela e vejo a mesma, olho com orgulho do que se tornou, da pessoa que ajudei a crescer.
Foi muito bom, e espero que naturalmente tudo volte ao que era de antes, não me imagino sem ela.

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Hoje acordamos a cantar esta música um ao outro...

É tão bom amar ...:)

Por cá continuo

Tudo na mesma, continuo por cá... E começa a deixar de ter graça!
Sinto a minha vida em stand By, nem para a frente nem para trás.... Começo a ver os dias a passar, e nada de novidades! Tento aproveitar o tempo livre... Estou com os meus amigos e o meu namorado... Mas cada dia que passa, olho para ele e vejo me a sofrer mais com a distância. Cada que que passo cá, amo o mais, e me vai custar voltar.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Amor

O que eu mais gosto no amor é que, quando é a sério, cabe tudo lá dentro. A paixão, o desejo, o pulsar das almas e a serenidade dos pensamentos, a vontade de construir outra vez o mundo à imagem e semelhança do que sentimos, a paz dos regressados e a poesia das folhas brancas que cada dia esperam a doçura das palavras e a certeza das ideias.
O amor é mais do que querer, desenhar, sonhar e amar. É partilhar a vida inteira, numa entrega sem limites, como mergulhar no mar sem fundo ou voar a incalculáveis altitudes. O amor é muita coisa junta, não cabe em palavras nem em beijos, porque se leva a sim mesmo por caminhos que nem ele mesmo conhece, por isso quem ama se repete sem se cansar e tudo promete quase sem pensar, porque o amor, quando é a sério, sai-nos por todos os poros, até quando estamos calados ou a dormir.

M.R.P


sexta-feira, 11 de abril de 2014

quinta-feira, 10 de abril de 2014

terça-feira, 8 de abril de 2014

Amor a distancia

Quem me segue sabe que é o que estou a viver, não neste momento que estou de ferias, mas ha 8 meses vivo neste fantasma. 
Ha quem acredite em amores ha distancia, ha quem não acredite. Um namoro de 4 meses tinha tudo para não resistir a uma distancia de 5000 km e a quase 4 meses sem nos vermos! 
Comigo foram mais 2 colegas com namoros longos, uma de 3 anos e Uma de 5. 
Posso vos dizer que a minha relação esta cada vez melhor, uma delas acabou e a outra estou a ver que mais uns meses e acaba também.
Não é fácil, as saudades dão cabo de qualquer um, a tristeza de ambos, as dúvidas e as incertezas, os ciúmes  e as desconfianças tudo começa a aparecer. 
É preciso muito amor, maturidade compreensão e confiança mas acima de tudo muita amizade pelo o outro... Meter se no lugar do outro é principal ingrediente para resistimos a tudo! Não fazer ao outro o que não queres que Te façam a ti! 

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Sei lá

Hoje é dia de ir ao cinema com as amigas!  Fãs da Margarida Rebelo Pinto não podíamos deixar de ir ver o sei lá! Ansiosa de ver... Li todos os livros dela e acho que ninguém fala sobre relações e amor como ela! 

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Ainda ca estou!

E por ca ainda vou ficar... Sabe se lá ate quando! Nada de visto, nada de passaporte nada... 
Ferias prolongadas, que estariam a ser perfeitas se não fosse a incerteza que paira no ar.
Falo com os meus colegas de lá é o ambiente esta terrível! Pensar que vou regressar para aquele meio da-me apertos! Nunca me arrependi de entrar nesta aventura mas começo a me arrepender. Tenho saudades da minha estabilidade e equilíbrio. Esta incerteza se vou hoje ou daqui a 1 mês. Saber que as coisas por lá estão péssimas em casa entre eles deixa me em angonia.