sexta-feira, 30 de setembro de 2011

E já dizia o Fernando Pessoa ... Tudo acontece por uma razão!






" Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final...
Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver.
Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos. Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram.
Foi despedida do trabalho? Terminou uma relação? Deixou a casa dos pais? Partiu para viver em outro país? A amizade tão longamente cultivada desapareceu sem explicações?
Você pode passar muito tempo se perguntando por que isso aconteceu....
Pode dizer para si mesmo que não dará mais um passo enquanto não entender as razões que levaram certas coisas, que eram tão importantes e sólidas em sua vida, serem subitamente transformadas em pó. Mas tal atitude será um desgaste imenso para todos: seus pais, seus amigos, seus filhos, seus irmãos, todos estarão encerrando capítulos, virando a folha, seguindo adiante, e todos sofrerão ao ver que você está parado.
Ninguém pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado, nem mesmo quando tentamos entender as coisas que acontecem conosco.
O que passou não voltará: não podemos ser eternamente meninos, adolescentes tardios, filhos que se sentem culpados ou rancorosos com os pais, amantes que revivem noite e dia uma ligação com quem já foi embora e não tem a menor intenção de voltar.
As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora...
Por isso é tão importante (por mais doloroso que seja!) destruir recordações, mudar de casa, dar muitas coisas para orfanatos, vender ou doar os livros que tem.
Tudo neste mundo visível é uma manifestação do mundo invisível, do que está acontecendo em nosso coração... e o desfazer-se de certas lembranças significa também abrir espaço para que outras tomem o seu lugar.
Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se.
Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos.
Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio, que entendam seu amor. Pare de ligar sua televisão emocional e assistir sempre ao mesmo programa, que mostra como você sofreu com determinada perda: isso o estará apenas envenenando, e nada mais.
Não há nada mais perigoso que rompimentos amorosos que não são aceitos, promessas de emprego que não têm data marcada para começar, decisões que sempre são adiadas em nome do "momento ideal".
Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará!
Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo, sem aquela pessoa - nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade.
Pode parecer óbvio, pode mesmo ser difícil, mas é muito importante.
Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida.
Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é. Torna-te uma pessoa melhor e assegura-te de que sabes bem quem és tu próprio, antes de conheceres alguém e de esperares que ele veja quem tu és..
E lembra-te:
Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão"


Acredito tanto nisto... Tudo acontece por uma razão.
Eu lembro-me de um dos piores episódios da minha vida e penso que foi graças a esse episódio que sou o que sou hoje, que tenho as amigas que tenho e trabalho onde trabalho!
O que não nos mata torna-nos mais fortes não é??
Então é seguir frente e esperar pelo o bom que a vida vai trazer!

Para Ti R.C. Um grande beijinho foi um prazer conhecer-te estás no meu coração! 
Livraste-te de mim no trabalho mas nem penses que vais fugir assim da minha vida.

A minha Musica do Momento - 9



Hoje acordei a pensar nesta música...

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Mitos De Nutrição - A má fama da cenoura

Hoje em dia toda a gente acha que percebe muito de nutrição, há sempre uma dica pronta a dar seja de que assunto for!
Já ouvi barbaridades que não imaginam. Quando ouço em conversas de café essas coisas e não me pedem a opinião (para quem não sabe sou nutricionista) eu limito-me a sorrir!!
O pior mesmo é quando tenho pacientes a darem-me "essas dicas" ai é diferente!

P- Hoje tive o dia todo só a comer pêras!
Eu-  Só a comer pêras?
Eu- Mas porquê?

P- Porque a minha amiga leu numa revista que se só comesse pêras eu perdia 1 kg por dia!!!
Eu - A serio?
Eu-  Então e se comer maçãs ou pêssegos quando é que a sua amiga acha que ia perder?

P - Não sei, lá dizia pêras!!


Muitas vezes ouço coisas deste género.




Esta semana já me perguntaram várias vezes se só se deve comer a cenoura crua porque a cenoura cozida engorda. Deve ter saído na revista Maria desta semana!


Ora vejamos:

100g de cenoura crua tem 19 calorias, 4,4 g de açucares e 0 de gordura
100g de cenoura cozida tem  17 calorias, 3,6 g de açucares e 0 de gordura


XANAMMM  Comam lá a cenoura à vontade!!!!


 

Acima de tudo AMOR PRÓPRIO

Concordo tanto com isto

Vale a pena ler!

Direitinho à minha mesa de cabeceira...

Sempre adorei ler, adoro aqueles livros românticos de me levar às lágrimas.
Sou assim tanto nos livros como nos filmes.
Ando um bocado preguiçosa para ler confesso, o livro que estou a ler neste momento não está a dar com nada. Que seca, por isso NEXT...


A minha amiga MV aconselhou-me este, vamos la ver se vou lê-lo tão depressa como ela. Vi-a suspirar tantas vezes por ele que estou ansiosa por começar.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Colinho da avó



Não sei bem porquê mas hoje está-me mesmo apetecer o colinho da minha avó.
Assim que sair do trabalho lá vou eu a correr para o seu sofá.
Antes de começar a trabalhar e tinha a boa vida de estudante passava lá a vida, agora o tempo é pouco infelizmente.
A minha avó é mais que uma mãe para mim.
Grande parte da minha vida foi passada com ela, foi com ela que cresci, foi ela e o meu avô (mas para falar dele terá de ser noutro post) que me deram grande parte de educação que tenho.
Sempre falei com ela de tudo, se calhar até mais do que com a minha mãe.
Sei que ela para me defender faria tudo, sei que nunca me julgou e sempre apoiou todas as minhas decisões embora podendo não concordar com todas elas.
Adoro-te e hoje apetece-me dizer-te!

Sexo e amixade

 Tirado daqui.. in Arrumadinho

Começando pela relação entre os tais "amigos" que numa noite se enrolam e depois voltam à rotina de sempre.  Sinceramente, não acho que depois de uma relação sexual a amizade possa voltar a ser exactamente como era. Podem continuar a ser amigos, podem continuar a gostar de estar juntos, podem continuar a sair como dantes, mas haverá sempre uma tensão, ainda que ligeira, haverá sempre o expecto de que algo poderá voltar a acontecer, haverá sempre na cabeça de um e do outro a dúvida sobre que expectativa é que o outro alimenta quando estão juntos. Isso passará com o tempo, mas se a relação continuar a ser de grande proximidade é normal que paire sempre um grãozinho de incerteza. Depois há um segundo caso, que é o dos amigos que se enrolam várias vezes.  Aqui, acho que deixam de ser apenas amigos. Os amigos não vão para a cama uns com os outros (e escusam de vir com aquela coisa do "ah, a pessoa com quem durmo é o meu melhor amigo - sim, sim, eu sei, mas não é disso que estamos a falar). Os amantes vão. Os namorados vão. Os casais vão. Os amigos não. E se vão, e se o fazem frequentemente, então, não são só amigos. E quando a relação atinge outro patamar, para lá da amizade, é preciso saber lidar com as consequências disso. E essas consequências são uma incógnita, porque as variáveis são imensas, e estão relacionadas com a cabeça de cada um. Há gente que pura e simplesmente não consegue estar ao pé de alguém com quem já teve sexo, e há outras pessoas que adoram estar ao pé de pessoas com quem foram para a cama, nem que seja pelo sentimento de dominação (isto é comum nos homens). E o que é isto? É aquela coisa do "eu já te fiz isto", "tu já me fizeste isto", ideias que passam pela cabeça de muitos homens quando estão com mulheres com quem já se envolveram. Pode parecer uma coisa um bocadinho infantil - e é - mas, pelo que sei, é muito comum, principalmente nos homens. Os ex-namorados, ex-casos  Acho que uma amizade com um ex-caso ou ex-namorado é mais fácil de manter quando continuamos solteiros. A amizade e o passado estão circunscritos aos dois, por isso, pode haver saídas, conversas, telefonemas, SMS, cinemas, gargalhadas, copos, que ninguém tem nada a ver com isso, que ninguém tem de se incomodar com isso. Mas quando surge uma terceira pessoa na vida de um dos dois as coisas mudam necessariamente de figura. E até acho que devem mudar, por uma questão de respeito. Conheço para aí três pessoas que não se importam nada que as suas namoradas ou namorados falem à vontade ou conversem ou saiam com ex. Quase ninguém aceita isso de braços abertos. E mesmo que diga que não há problema algum, há sempre ali qualquer coisa a chatear. Por isso, quando um dos amigos que se enrolaram encontra outra pessoa é normal e natural que a tal relação de amizade se altere e se torne mais afastada e menos presente. Os ex que têm de estar presentes  Alguns dos comentários falam da necessária relação entre ex-companheiros, quando há filhos em comum. Aí, é bom que haja mesmo a convivência mínima necessária que garanta a felicidade da criança. Uma vez mais, não acho que tenham de ser melhores amigos, que passem a vida em almoços ou jantares comuns, porque sei que isso pode constituir um constrangimento para os eventuais novos parceiros de cada um. Mas uma relação normal e saudável é imprescindível.  Como várias pessoas disseram, acho sobretudo que é uma questão de bom-senso e maturidade. Não só das pessoas, como das relações. O que nos parece insuportável e impensável numa relação com seis meses acaba por perder esse peso ao fim de uns anos. A confiança, a estabilidade, o amor fazem com que algumas inseguranças pareçam um bocadinho menos importantes.

Diario de uma "cabeça no ar" que é como quem diz " Distraída compulsiva"

Hoje esqueci-me do telemóvel em casa, hoje, ontem à noite, e muitas vezes que não me lembro a tempo de voltar atrás para ir busca-lo!!!
Cresci com a minha mãe a chamar-me "cabeça no ar". Fui crescendo e começaram a chamar-me distraída.
Sem dúvida é o meu pior defeito, há quem seja muito teimosa, orgulhosa, egoísta, etc, eu não sou nada disso. Quando me perguntam qual é o  meu maior defeito sem pensar muito... Distraída.
As pessoas que me rodeiam acham muita graça (todas menos a minha mãe, que em dose menor mas também tem a sua conta).
Eu também admito que acho alguma graça, mas nem imaginam como isto pode me prejudicar.
Já fiz coisas mirabolantes, daquelas que não lembram a ninguém.
50 % das vezes saiu do carro e deixo os vidros do carro abertos ( isto é sempre bom um ladrão saber).
Esta semana cheguei a casa a minha mãe queria MESMO me levar a um médico porque deixei o pijama em cima da mesa da cozinha (não faço ideia como lá foi parar).
Uma vez limpei a minha casa toda com dumdum.
Há pouco tempo trouxe dois tupperwares para um almoço, um com alface outro com frango, é mesmo preciso dizer qual é que foi para o microondas??
Ia para o Algarve e em Grândola pergunto... a chave de casa?
Eu tenho um Duo Sim, quantas e quantas vezes vai uma mensagem do 91 para um 96 e vice versa
Poderia estar aqui a escrever linhas e linhas !!!
Claro que me farto de rir sozinha, mas na verdade pode ter graves consequências!!!
Atenção não confundir distracção com o irresponsabilidade! São coisas diferentes!

terça-feira, 27 de setembro de 2011

A minha Musica do Momento - 8

Quem gosta ...

"...sempre ouvi dizer (de ti inclusivé) quem gosta não tem dúvidas, quem gosta não se importa com resto, quem gosta independentemente da fase, da idade, do estilo de vida, entrega-se e pronto"





Tenho as melhores amigas do mundo!!!

Let it go

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Descobertas interessantes - Infidelidades



Esta revista é sem dúvida a minha favorita.

Para além de cultura geral, tem aqueles conselhozinhos que não perco!!!
Hoje deparei-me com este título :

Infidelidade: Saiba se a sua mulher o está a enganar

Ora ai está um artigo muito útil para a sociedade.


Vejamos então: 


Investigadores da Universidade de Indiana descobriram que as mulheres enganam tanto quanto os homens, sendo que 23% das mulheres admite a infidelidade contra 19% dos homens. Então a Revista Sábado deixa alguns conselhos para os homens andarem de bico aberto. 1- Ela diz que é você que a engana -Se ela lhe diz que você a engana, esse pode ser um sinal óbvio de que a sua mulher está a transferir o sentimento de culpa para si, como forma de "projectar o comportamento desonesto para o parceiro". E que não percebo nada do assunto e não estando a defender as mulheres diria que isto poderá ser apenas um sinal de insegurança não?! 2-  Ela passa demasiadas horas a cuidar dela - Os investigadores apontam que se uma mulher leva demasiado tempo a arranjar-se antes de sair de casa - ou, pelo menos, mais do que levava - então esse pode ser um mau sinal.Eu  que não percebo nada do assunto e não estando a defender as mulheres diria que isto poderá ser apenas uma fase em que se sente pior com ela própria e poderá querer aumentar a auto-estima não?!


3 -Ela diz-lhe que precisa de espaço  Sem dúvida é um mau sinal!!! Tanto para a mulher como para o homem


4- Ela dá indícios de que não está feliz- O facto de ela querer mais romance na relação ou eventualmente pôr em causa o futuro de ambos pode na verdade significar que está insatisfeita.
E se o seu parceiro não lhe dá o que ela precisa, a mulher certamente procurará outra pessoa que esteja disposta a dar-lhe.Eu  que não percebo nada do assunto e não estando a defender as mulheres diria se ela dá indícios é mesmo para evitar que a traição aconteça!5 -Ela tem um novo amigo que você não conhece Sim estranho, caso a investigar!6 - Ela muda de planos a meio da noite - Se ela muda de planos;a meio da noite e decidi sair, voltando a horas tardias, então não há mais nada a dizer.Ou está uma amiga a morrer ou então é garantido!!! 7 -Alguém lhe diz que ela o engana - Se um amigo lhe confidencia que acha que ela o engana, talvez deva ouvi-lo.Um amigo chegado não iria inventar uma coisa destas certo??8 - Ela tem um súbito interesse nos seus hábitos -Se de repente ela lhe começa a perguntar onde vai e a que horas e para onde vai, pode ser mau sinal.
Eu  que não percebo nada do assunto e não estando a defender as mulheres diria que ela está desconfiada que o HOMEM a anda a enganar!


9 - Ela evita o sexo com desculpasEsta dá-me vontade de rir!!! Desde quando é que a mulher só inventa desculpas para não ter sexo quando o está enganar ERRADO!10 -As discussões tornam-se recorrentes - Se uma mulher encontrou o que precisava noutro homem que não o parceiro, ela acabará por equipará-los e daí nascerão uma série de discussões. Quando os diálogos para solucionar os problemas dão lugar a gritos e a lutas diárias, então há algo que está efectivamente mal, e sim, ela poderá ter outra pessoa. Há mil razões para que isto aconteça, ela ter outra pessoa é apenas uma!! Conclusão: Tenho a certeza que foi um homem que escreveu isto!!!

Não diria melhor....Nós, mulheres, somos mesmo uma coisa complicada!

"O desejo feminino de dominar e domesticar (principalmente os homens mas não só) não é algo de que as mulheres se devam orgulhar. De uma maneira ou de outra, todas queremos mudar os homens da nossa vida. Será que queremos apenas desencorajar maus hábitos ou exercitar ao máximo o nosso músculo controlador? Estamos a pôr em prática a tentativa (inglória) de atingira perfeição e melhorar a espécie? Olhando para trás, até me assusto com as vezes que o tentei fazer. E o pior é que me irritam profundamente as mulheres que dissecam os seus encontros amorosos falhados com a mesma precisão forense com que inspeccionam um vestido caro quando o experimentam no provador de uma loja (no fundo ambas as coisas têm a ver com os que lhes fica bem!), mas tenho de reconhecer que eu e as minhas amigas não éramos muito diferentes, "Até era capaz de andar com X se ele nao fosse Y", dizíamos nós. E as reclamações oscilavam entre o razoável (muitas vezes desejei que os meus namorados fossem mais cultos, tivessem melhor gosto musical ou que fossem mais simpaticos com as minhas amigas) e o absurdamente superficial (gostava que ele fosse ao ginásio, que usasse jeans de uma boa marca ou que tivesse mais cabelo). Na altura, esses critérios pareciam-me aceitáveis mas, na verdade, eram exigências infantis, inspiradas no eterno mito do Príncipe Encantado.Os contos de fadas e a literatura são, em parte, os culpados das nossas elevadas expectativas. Adão foi contra os seus instintos por amor a Eva. Marco António ficou no Egipto, deixando para trás todo o seu império, por Cleópatra. E Mr. Darcy mudou de personalidade para poder ficar com Elizabeth Bennet no livro Orgulho e Preconceito, de Jane Austen. A mensagem é: se um homem nos ama, tem de se transformar na fantasia que nós queremos. O cinema cimenta este conceito. Edward Lewis (Richard Gere) é um morto-vivo até Vivian Ward (Julia Roberts ) o ensinar a andar descalço na relva no filme Pretty Woman. Jerry Maguire( Tom Cruise) é um ser humano desinteressante até Dorothy(Reneé Zelweger) o "completar". E este conceito, no fundo tão simples, tem exemplos concretos na vida real: Warren Beatty era mulherengo imparável até conhecer Annette Bening (com quem vive há anos). Brad Pitt era um menino bonito centrado em si próprio até Angelina Jolie o transformar num super-pai com preocupações humanitárias. Johnny Deep mudou-se de Hollywood para Paris quando se apaixonou por Vanessa Paradis e Russel Brand - o homem que afirmava dormir com mais de 80 mulheres por mês - admite ter sido domesticado por Katy Perry.


E então? As relações mudam-nos, não? A grande diferença é que os homens, quer seja no início de um relacionamento ou passados alguns anos, não se sentam com os amigos a beber cerveja e a discutir as falhas das muheres. "Se me perguntassem o que mudaria na minha namorada", diz me um amigo, "eu teria grande dificuldade em responder.Não é que eu ache que ela é perfeita mas não lhe consigo apontar-lhe defeitos". Apontar defeitos é o que as mulheres fazem melhor. Pomos as nossas belas cabeças de lado e analisamos os nossos potenciais namorados, como se fossem uma propriedade que vamos comprar ou uma salada que vamos pedir (era exelente se não tivesse anchovas). Isto porque " Os homens e as mulheres embarcam nas relações de formas diferentes", afirma o psicólogo Oliver James, autor de How Not to Fuck Them Up. " Mesmo numa fase inicial da relação, as mulheres são mais objectivas em relação aos defeitos dos homens do que eles são em relação aos delas. Elas começam logo a desenhar o homem que querem que ele seja nas suas cabeças". Os homens, por outro lado, tendem a ver - e aceitar - o pacote todo.


É quando se começa a viver debaixo do mesmo tecto que pequenas coisas que nos pareciam tão atraentes se tornam profundamente irritantes. É aí que O Projecto - como lhe chama uma amiga minha - começa a dar problemas. Já ouvi histórias incríveis: uma amiga que "perdeu" todas as roupas horríveis do namorado e substituiuas por novas - ela é da opinião que a forma como o nosso namorado se veste diz muito sobre nós próprias. Uma vez doei para a caridade umas calças velhas do meu ex-namorado. Lembro-me bem do ar magoado dele enquanto me acusava de estar a fazer "pura engenharia social".Tinha razão.

Quando se trata de ensinar o nosso namorado a ter estilo, tenho de concordar com a comediante Roseanne Barr: "Um homem decente não surge do nada. Tem de ser criado por uma mulher. Os homens são uma massa para moldar, como aquela de que se fazem os donuts". Os impulsos femininos sendo primordialmente maternais, são benéficos. Preocupamo-nos com a saúde deles, queremos que se sintam melhor com eles próprios e, como somos socialmente mais sensíveis, estamos mais atentas a pequenos tiques pessoais que, depois de atenuados, os tornam melhor companhia. Desde que as mudanças sejam apresentadas como sugestões suaves que os homens possam achar que são ideias suas ( em vez de transformações draconianas), eles aceitam-nas.

A jornalista norte-americana Amy Sutherland teve uma epifania enquanto via um documetário sobre a vida animal. "Não se consegue que um leão-marinho equilibre uma bola no nariz com ralhetes", escreve ela no seu bestseller What Shamu Taught Me About Life, Love and Marriage. "O mesmo se passa com um marido. Comecei a agradecer ao meu cada vez que ele fazia algo bem.Se fossem duas, beijava-o. Aprendi a usar aquilo que os treinadores chamam de aproximações: pequenos passos que conduzem á aprendizagem de um novo comportamento".

O timing é essencial. Katy Perry não acha que tenha remodelado o homem com quem casou. " Ele estava preparado para mudar. Não passa por domesticar..isso não dura." Talvez seja essa a resposta. Podemos, de facto, mudar um homem..caso ele queira mudar. A longo prazo, os defeitos não fatais são algo com que nos habituamos a viver (e até gostamos). A sábia Marlene Dietrich é que sabia: " A maior parte das mulheres tentam mudar o homem da sua vida. Quando o conseguem, não gostam dele"."


In I'm a Lady

Sorrir para a vida :)

Bom dia!!!

Pois é ... hoje é segunda-feira e é sempre um dia muito doloroso.
Mas como tive um fim de semana muito bom e que aproveitei muito bem estou aqui muito contentinha, ansiosa que chegue a sexta-feira muito rápido outra vez.
Foi um fim de semana que conheci sítios lindos e que tive conversas bastantes interessantes, daquelas que me fazem pensar naquilo que sou e como agiria numa determinada situação.

Em relação aos sítios por onde andei a passear fica aqui um bocadinho:

Pavilhão Chinês


Daqueles sítios de deixar toda a gente de boca aberta pelo menos meia hora.

"Abre-se a porta, abrem-se os olhos de espanto... Abracadabra"

Chinês?? É só de nome: herdou-o da mercearia que por aqui vendia especiarias, chás, cafés e outras mercearias finas nos inícios do século XX. Quando em 1986 se tornou bar, por artes de Luís Pinto Coelho, manteve-o. É um dos patrimónios de maior relevo da encantadora Lisboa romântica.

Um sítio lindíssimo decorado com uma colecção de 4 mil peças.Há medalhas, infindáveis exércitos de soldadinhos de chumbo, quadros, canecas, caricaturas, bandeiras, bustos, peças únicas de Bordalo Pinheiro, itens militares, carrinhos, enfim, uma miríade caótica de objectos.

Imperdível!!!











TELEFONE 213424729
LOCAL Lisboa, Rua Dom Pedro V, 89 Príncipe Real

Outro sítio daqueles Lindossss foi o bar LOST IN

O sítio mais shanti e com uma das melhores vistas sobre a cidade de Lisboa.


E como uma imagem vale mais que mil palavras....








TELEFONE 213469351
LOCAL Lisboa, R. Dom Pedro V, 56D Príncipe Real

Obrigada T.A por me mostrares sítios destes


Ontem ,e para acabar o fim de semana em grande, fui dar um saltinho até ao terraço do Tivoli.  

Sky bar

Um espaço com uma excelente vista sobre a cidade, bem no centro de Lisboa
Com três "divisões", três ambientes: uma primeira parte, a de entrada, que já existia, mais formal, protegida e ligada ao restaurante, com mesas e cadeiras; uma segunda parte em corredor, onde se alonga uma fila de confortáveis almofadões e mesas de apoio numa ambiência com notas marroquinas. Num nível inferior, encontra-se um lounge deluxe, um quadrado plantado num "jardim" de relva (sintética) pontuado por sofás longos para o relax absoluto.










TELEFONE 213198934
LOCAL Lisboa, Hotel Tivoli Lisboa (9.º piso) - Av. da Liberdade, 185

Venham mais fins de semana destes!!!

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

E já dizia Paulo Coelho....

"Quando alguém encontra seu caminho precisa ter coragem suficiente para dar passos errados. As decepções, as derrotas, o desânimo são ferramentas que Deus utiliza para mostrar a estrada"


 


Só caso se for assim ....





Só me caso se for no minimo isto... lol

E assim ....até com um parvalhão qualquer.. (depois tratava-se do divórcio) lol

Pronto.... dispenso a parte em que noivo se mete a dançar que nem um parvo enquanto ela veste o fato!!

Adoro rir :)

A minha Musica do Momento - 7



Adoro esta música ....
Adoro a letra...


"..Hei-de te amar, ou então hei-de chorar por ti
Mesmo assim, quero ver te sorrir...
E se perder vou tentar esquecer-me de vez, conto até três
Se quiser ser feliz.."

Sexta Feira como me fazes sorrir :)

Hoje:



VAMOS DAR CABO DELES!!!!


quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Estou no ir ....

Adoro estes convites inesperados...
Adoro coisas pouco programadas...
Adoro pensar em ir ... e vou!
E contigo??? Sem pensar duas vezes !!! Melhor ainda.

Vamos!!!






Ai que me vou passar!!!

Há gente muito estúpida e anormal no mundo!!!

E já dizia o Freud...




Amar, é ter medo. Todo o tempo. Freud, explica da seguinte forma : tornamo-nos dependentes porque precisamos que o outro nos devolva, diariamente, a existência. Daí o medo de o perder. O amor implica correr riscos. Ele suscita um fenómeno de vertigem, por vezes mesmo de rejeição: podemos deixar de amar porque temos medo, sabotar tudo em vez de nos entregarmos e de confiar totalmente, reduzir a importância desse amor ligando-nos a uma actividade onde tudo depende de nós. Tudo isso como forma de nos protegermos do poder exorbitante do outro sobre nós. Ou desse amor em nós.

É por isso, sublinha Freud, que Éros e Tânatos estão ligados. “Eu amo-te e destruo-te”. Eros, corresponde ao desejo de nos ligarmos amorosamente uns aos outros; Tânatos é a pulsão da morte que nos empurra a romper a ligação para que o nosso ser se mantenha poderoso. O amor empurra a sair de nós próprios, o eu do combate. Sabemos que quando amamos, algo nos sufoca.

O amor afecta o nosso ser, o nosso lugar no mundo. Poucas pessoas se dão conta disso. Encontram-se sós, e sentem-se bem nessa solidão, porque estão protegidos da pulsão da morte. Mas o amor não é um contrato de afectos: é um sentimento violento que representa perigo para ambos os lados. Um perigo que, para muitos, continua a valer a pena correr.

Palavras...



"Nunca estamos preparados, por mais que saibamos que há certas e determinadas coisas que têm de acontecer mais tarde ou mais cedo.(...) Não, a vida não é assim tão simples e não basta acreditar que algo vai dar certo para efectivamente assim o acontecer.
Há realidades que não controlamos...há quem lhe chame destino... eu pelo menos quero acreditar que ele existe."

A minha Musica do Momento - 6




Adoro a Adele... Adoro esta música!!!

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Ora ai está!! - É este o mundo em que vivemos...


Ve-se cada coisa...

Segundo a Revista Visão três crianças da Somália, vencedoras de um concurso de recitação do Alcorão, receberam como prémios armas, bombas e livros religiosos, entregues por uma estação de rádio com ligações à Al-Qaid.

Ora ai está um grande presente!!!
Não se vê logo que era o melhor prémio que se podia a dar a estas crianças!!!???






Ler mais: http://aeiou.visao.pt/criancas-recebem-armas-e-bombas-como-premio-por-recitacao-do-alcorao=f623229#ixzz1Yc3Vz7AM

A minha Musica do Momento - 5

Adeus Verão!!!

Adeus Verão... podias ter aparecido mais vezes!!
Vê lá se de vez em quando nos fazes uma surpresa.


Olá Outono...!!!

Ontem foi assim - À meia noite em Paris

Ontem fui viajar ... viajar até Paris .. Recuei no Tempo... Anos 20!





Gostei muito do filme!

E fiquei a perceber que não percebo nada de Cultura dos anos 20

Mas prometo que ainda vou tratar o Salvador Dali, Ernest Hemingway, Cole Porter, Zelda Fitzgerald, F. Scott Fitzgerald por tu!!!

terça-feira, 20 de setembro de 2011

E já dizia o Fernando Pessoa ...

"Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um "não". É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta. Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo..."

Ora ai está!! - 2





Estava hoje a ler a revista SABADO e deparo-me com este título: " Manual: 10 dicas para ser o mestre do engate"
Claro que fiquei curiosa.

Começa com um pequeno texto que diz Nos filmes passamos o tempo a ver pessoas a sair em dates – uma espécie de encontro que pode acabar com beijos e sexo. Se é date, já toda a gente sabe ao que vai. Mas em Portugal não há bem este conceito, e se calhar por isso temos tanta gente “encalhada”.
A verdade é que, para quem leva as relações a sério, encontrar alguém é uma tarefa quase heróica.


Ora então os conselhos são:

1- Jante com desconhecidos
2- Vá a um speed dating - O speed dating junta grupos de homens e mulheres num encontro às cegas, durante o qual cada um tem quatro minutos para se apresentar e seduzir o outro.
3- Tome um brunch sozinho
4- Escolha a lingerie certa - Espicaçar a auto-estima e, assim, despertar interesse nos outros” é o primeiro passo para sair da cepa torta.
5- Vá ao Sky Bar - O Sky Bar do Tivoli é um daqueles terraços à filme onde parece que todos foram escolhidos a dedo.
6- Converse com estranhos
7- Conheça o centro da noite do Porto
8- Conheça o quiosque do melhor bolo de chocolate do mundo
9 -Vá aonde outros vão
10-Frequente aberturas de exposições

Se este é o caminho certo... então vou ser encalhada a vida toda!!
De qualquer maneira obrigada SABADO por estas dicas espectaculares :S

Coisas que quero muito fazer

A Minha Musica do Momento - 4

Ouvia-a hoje pela primeira vez.

Gostei ...

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

E esta hum??

" Segundo um estudo da Universidade de Northwestern, nos Estados Unidos, os níveis de testosterona descem cerca de 34% nos homens que se tornam pais. Resultado? Os homens transformam-se em indivíduos mais carinhosos, zelosos e centrados na educação dos filhos.

Nesta altura deve estar a pensar - menos testosterona, logo menor masculinidade? Errado. Os investigadores do estudo garantem que o menor nível da hormona masculina responsável por características como o machismo e a agressividade não coloca em causa a virilidade dos homens.

No fundo trata-se de uma ajudinha biológica para ajudar na árdua tarefa da paternidade. E as mulheres só agradecem!

Será por isso que elas adoram homens que gostam de crianças? Afinal todas as mulheres querem um 2 em 1: um bom pai e amante. E isto pode ser um bom prognóstico!"

Ler mais: http://aeiou.expresso.pt/a-vida-de-saltos-altos=s24943#ixzz1YQJrhW3f

Talvez um dia...

... eu perceba!!!


25 anos de casado !!!

Ontem os meus pais foram celebrar os 25 anos de casados à igreja e renovar os votos de amor eterno Lol.
Passei o dia a pensar nisto. 25 anos... bolas!!!
Os meus pais são o meu melhor exemplo do que significa estar 25 anos casado com alguém.

A minha mãe sempre foi uma grande mulher , que durante 25 anos não se vai deitar à noite com o marido como a maioria dos casais. Acorda às 6h da manhã todos os dias para lhe fazer o jantar (pequeno –almoço) e que teve ao lado dele na saúde e na doença... das piores doenças que conheço e lidei de perto. Sempre superou tudo.
É o exemplo de mulher dedicada ao marido. E que ouvi-a dizer estes dias:

-Mãe:Espero que sejam mais 25 anos...
-EU:de vida mãe ?!
-Mãe:Não... de casados!
-EU:Como és capaz de dizer uma coisa dessas?!?
! LOL

O meu pai um homem apaixonado como nunca vi! Ele olha para a minha mãe com paixão e orgulho. Vejo como a ama e é feliz por a ter. Tenho a certeza que não conseguiria viver sem ela. Ouço o meu pai dizer vezes sem conta à minha mãe Gosto de ti mulher.

Neste dia mandei uma mensagem à minha mãe a dar os Parabéns e essas coisas... e disse-lhe 25 anos de casado.. .ai está uma coisa que nunca deverei saber o que é, Ela muito optimista disse filha claro que vais.
Para ser sincera, e até sou uma pessoa bastante positiva ( e realista) não acredito muito nisto.
Acredito que na minha geração são raros os que la chegarão!
Cada dia que passa eu vejo que as pessoas são mais egoístas, intolerantes, incompreensíveis, materialistas, independentes ( e isto não é mau) etc ...etc...etc.
Quantas vezes digo à minha mãe ...era mesmo eu que acordava às 6 da manhã para fazer o comer para o pai.. Quem faria isto hoje em dia?... Na minha geração..e acredito que não haveria excepção diria... DESENRASCA-TE.. faz tu! Não sabes fazer ..APRENDE...
Mas é as 6h da manha que têm um bocado para estar juntos, para conversarem e tenho a certeza que apesar de muito lhe custar ( e eu estar sempre a dizer que ela é parva) Ela fará isto mais 25 anos se for possível!

Eu quero um amor que dure a vida toda... Claro que quero!!!
Quero acreditar que isso é possível...Claro que quero!! Mas não acredito!
Talvez um dia alguém me venha mostrar que isto é possível.
Por muito que as vezes diga que não.. Eu sonho casar, ter filho e fazer feliz a pessoa que amo!!!
Mas também digo que não ficarei nem um 1, nem 10, muito menos 25 anos com alguém que não me ame e que não me faça feliz!!

Lisboa Restaurant Week


De 22 de Setembro a 5 de Outubro


Let's go????

A minha Musica do Momento - 3



Esta música tem estado no repeat ... não sei porque..ou sei!

Boa semaninha!