segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Porque será que a pessoa certa nunca nos preenche e nos chega ao coração?

Porque será que a pessoa certa nunca nos preenche e nos chega ao coração?

É um dos grandes mistérios das relações... Todos nós temos uma ideia pre concebida da pessoa ideal para nós... o mitico homem/mulher dos nossos sonhos...

E quando ele aparece o que fazemos? arranjamos mil desculpas como: "não é o timing perfeito", "é nhonho (carinhoso) demais", "liga muitas vezes", "conta-me a vida toda", etc...

Enfim são mais que muitas as desculpas inventadas para justificar o porque de termos a pessoa ideal à nossa frente e o coração teima em não bater... imploramos que a paixão chegue e nos arrebate mas ela tarda em chegar e de facto muitas vezes a pessoa ideal não passará de uma boa amizade...

E depois iremos passar a vida a lamentarmos eternamente pela excelente pessoa que perdemos porque o parvo do coração resolveu não se apaixonar pela pessoa certa...

Nunca nos apaixonamos pelas boas pessoas... apaixonamos nos por aqueles que nos fazem vibrar... que nos escapam das mãos... que nos tiram o folego... que nos fazem querer mais...

E esses... esses não se escolhem... o coração é cego e embarca em histórias que sabemos que não irão resultar mas ainda assim insistimos na utopia de um dia sermos felizes ao lado de quem amamos... seja a pessoa certa ou não...


 Escrito pela melhor amiga para o meu drama do momento

4 comentários:

  1. Se não sentimos paixão, se o coração não bate então (pelo menos para mim) é porque não é a pessoa certa.
    Para mim, a pessoa certa será aquela que nos preenche em todos os sentidos. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estamos sempre à espera que isso mude.. e depois o tempo passa e sentimos que não muda.

      Eliminar
  2. Nunca nos apaixonamos pelas boas pessoas... apaixonamos nos por aqueles que nos fazem vibrar... que nos escapam das mãos... que nos tiram o folego... que nos fazem querer mais...

    E esses... esses não se escolhem... o coração é cego e embarca em histórias que sabemos que não irão resultar mas ainda assim insistimos na utopia de um dia sermos felizes ao lado de quem amamos... seja a pessoa certa ou não...

    E com isto disseste tudo.. Tudo aquilo que eu também sinto e ainda não tinha percebido como se passava no meu coração.

    Beijinho Grande

    ResponderEliminar