quinta-feira, 19 de setembro de 2013

" Gosto de pensar que uma relação é como uma ponte; a pouco e pouco, os dois lados vão-se aproximando cada vez mais, até àquele momento mágico em que o tabuleiro se une no centro, entre os dois pilares. E já agora, sem portagens nem cobranças em nenhuma das extremidades. Ou se veste a camisola para o bem e para o mal, ou então o melhor é ir a nado. "


 MRP 



Sem comentários:

Enviar um comentário