segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Sabado minha querida Sabado - Manual para sobreviver ao álcool no Natal


Estava a passar pelas noticias da Sabado e deparo-me com este titulo Manual para sobreviver ao álcool no Natal Acho o artigo espectacular porque explica de uma forma animada e clara o que acontece ao nosso organismo quando abusamos do álcool, no Natal ou sempre que se bebe bebidas alcoólicas.
Vou colocar excertos dessa notícia que explica muito bem o que se processa :


"...As primeiras gotas de álcool aumentam os níveis de alguns químicos do nosso cérebro que “combinados, produzem efeitos de euforia, relaxamento e desinibição (...) após algumas bebidas, os receptores cerebrais destes químicos ficam saturados e deixam de produzir o efeito de prazer..."

"Chega momento em que o álcool interfere com a comunicação entre as células nervosas e o cortéx cerebral(..) Chega momento em que o álcool interfere com a comunicação entre as células nervosas e o cortéx cerebral"

 " O instinto de auto-preservação do nosso corpo começa a sobrepor-se à estimulação do álcool, ou seja, apercebemo-nos do estado de embriaguez. É nesta altura que o sono ataca.."

"(..) O pâncreas bombeia insulina para o nosso sistema, de modo a decompor o álcool no sangue. Isso provoca uma quebra no nosso nível de açúcar e, consequentemente, um apetite voraz”

"(...) O efeito sedativo do álcool deixa-nos completamente exaustos. Adormecemos demasiado de pressa e caímos num sono profundo (...)”

" O nosso organismo processa cerca de uma unidade de álcool por hora (...)A culpa é do fígado, obrigado a fazer horas-extra para purgar o álcool que ainda temos no organismo."

" O fígado, os rins e outros órgãos trabalharam toda a noite para processar o álcool. Quando terminam o seu trabalho, ao contrário do que seria de esperar, é que os piores sintomas se manifestam (...) Os químicos que provocaram a euforia da noite passada estão agora em níveis bastante mais baixos do que o normal. Encaramos o lado negro do álcool: irritabilidade, depressão, ansiedade, pressão alta e temperatura corporal elevada. "

" (...) O consumo de álcool regular pode enfraquecer o fígado ao ponto de ele deixar de responder. Se tem ressacas, poderá ser um sinal de que o seu corpo é suficientemente saudável para reagir a eventuais excessos” 

Toda a notícia aqui

Já se percebeu porque os meus cliente não querem nada comigo hoje.

2 comentários:

  1. Vim até aqui depois de ver o teu link no face e fiquei agradavelmente surpreendida, amiga escreves muito bem. Parabéns.Continua. Telma Almeida Duarte

    ResponderEliminar
  2. Obrigada amiga, isso não é verdade, sabes que nem sequer era lá grande coisa a Portugues. LOL É um passatempo. beijinho

    ResponderEliminar