quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Sê tu própria e, quando o fores, sê também a tua melhor amiga.


"Às vezes tens que ser a tua própria estrela, o teu anjo da guarda. Tens que ser o teu próprio herói, merecer o teu próprio orgulho e senti-lo, bem forte. Tens que ser tu a nadar e tu também, nas bancadas, a torcer. Tens que ser o ídolo e o fã, tens que te admirar a ti próprio pelo que fazes, pelo que és, pelo que representas.
Às vezes tens que brilhar mais que o sol, ser a mais bondosa, a mais luminosa, a mais humilde. Tens que fazer as perguntas e saber as respostas, ter tempo para falar e conseguir ouvir.
Porque às vezes dás por ti, e no meio da multidão, no meio da família e dos amigos, de tanto amor que te têm, és a única que, naquele momento, está lá. E é com essa pessoa que tens, acima de tudo, que aprender a admirar. A elogiar, quando te olhas ao espelho. A felicitar, quando as coisas correm bem. A mimar, quando a vida é dura. Sê tu própria e, quando o fores, sê também a tua melhor amiga. "

Encontrei por ai algures nem sei bem onde.


Sem comentários:

Enviar um comentário