terça-feira, 17 de julho de 2012

Morder-te o coração

Procuro na minha prateleira de livros algo para começar a ler, dou de caras com este " Morder-te o coração", não sei como foi ali parar, talvez misturado com os livros que emprestei e me entregaram de volta, peguei nele abri a primeira e pagina ...

"   A questão não é saber se o amor nos aconteceu. Isso é tão relativo que o silencio é melhor. Percebe-se melhor. Naqueles dias achava que não éramos nada, tu e eu."



Sem comentários:

Enviar um comentário