quinta-feira, 21 de março de 2013

No mesmo dia em que soube que a tua mãe estava grávida ela diz-me " Sabes quem vai ser a Madrinha?", e dizia me isto sempre, todos os dias que me via, tinha 9 anos e aquilo na minha cabeça significava " bem estou a ficar adulta, vou ser MADRINHA" como se soubesse o que isso significava ou implicaria.
Quando nasceste nos primeiros meses não me querias, devias olhar para mim e pensar " mas deram-me uma madrinha quase do meu tamanho?! ". Sabes como te conquistei? Comprava um chupa e dizia-te " se vieres ao meu colo dou-te um bocadinho" e tu começaste a vir, a vir, e até que só te tiravam de mim ao berros!

Tenho pena que a minha memória me falhe e não me lembrar de tudo. Começaste por me chamar " inha", " mainha", " madinha" e todos os dias isto era trabalhado por mim até atingires a perfeição " MADRINHA".
Estavas comigo todos os dias, cresceste comigo, crescemos as duas, crescemos juntas. Quando chegava da escola não tardava 15 min. até ouvir lá em baixo nas escadas " Madinhaaaa" tu ao lado da avó a reclamar " O rai da rapariga não larga a madrinha que coisa". Enfiava mos nos no quarto e brincávamos, eras a minha boneca e eras real, a parte que mais gostavas era quando te pintava toda, olhos, boca, cara, unhas... Ainda te estou a ver a descer as escadas toda vaidosa.
Tinhas ai uns 5 anos e no dia do Pai entregas um desenho ao teu pai com 4 bonecos, " Sou eu, o pai, a mana e a madrinha" disse-me a tua mãe chateada e ciumenta.
Olho para ti hoje em dia cheia de orgulho no que te estás a tornar e cheia de orgulho da relação que temos. Vejo-te em muito do que sou, e é sinal que me ouves e apreendes o que te tento transmitir. Sabes que podes contar sempre comigo e da minha parte terás sempre a minha opinião mais sincera e honesta.
Quem me dera, minha querida, te dizer que ao longo da tua vida não vais cair, não te vais magoar, que a vida vai ser sempre cor de rosa e que não vou deixar que isso aconteça, mentir-te-ia e sabes que não te minto! Infelizmente isso vai acontecer várias vezes e o que te posso prometer é que vou estar aqui a ajudar-te a levantar, dar-te o meu colo e ajudar-te em tudo o que puder... vou fazer tudo para que quando as lágrimas acabarem te transformes numa pessoa ainda mais forte.
Tenho a certeza que tens um futuro brilhante pela frente, não desistas dos teus sonhos, das tuas ambições, e luta pelo que queres com toda a força, a madrinha está cá para te dar uma mãozinha.
Amote minha querida, com um amor inexplicável, de segunda mãe, irmã, prima, amiga, e tudo o que possa ser. Não acredito que vais fazer 17 anos !

4 comentários:

  1. Como te compreendo!!
    Desde sempre desejei ser madrinha de alguém e fui faz agora 6 anos e desde o primeiro momento soube que aquele pequeno ser ia significar muito para mim, quis o destino que cedo ele fosse abandonado pela mãe e eu e ele temos uma relação visceral, ele é meu filho e eu sou uma das mães dele, somos unidos e fico a explodir de orgulho pelo meu pequeno homem! E ele que adora desenhar, sempre me coloca nos seus desenhos e sempre eu apareço como a figura maior nos seus desenhos...é inexplicável a ligação forte e de amor que eu e ele temos:

    ResponderEliminar
  2. Tanto amor :)
    um texto espectacular..

    muitos parabéns à tua princesa :)

    kisses***

    ResponderEliminar