quarta-feira, 9 de março de 2016

Se não és de Deus, és do Diabo!


Cresci na religião católica, fiz a primeira comunhão, comunhão solene, crisma, fui catequista alguns anos, tocava órgão na igreja. A minha mãe decidiu por mim o que tinha de fazer e eu fiz.
Cresci, tenho cérebro e comecei a questionar mais as coisas, deixei de acreditar em tudo, comecei a ser mais crítica, afastei-me da igreja.  

Não posso dizer que deixei de ser católica, acredito em Deus, que há algo superior, mas não acredito na igreja.

Ao longo da minha vida fui falando com pessoas, fiz o meu mapa astral, adoro astrologia, fiz uma leitura da aura de uma forma curiosa e confesso que adorei e me trouxe algumas respostas, se tenho algumas dúvidas, tenho claro, mas faz sentido e para mim isso é importante.

Nos últimos tempos  a minha mãe e a minha madrinha, embora sempre católicas, aficcionaram-se mais, foram a mais retiros, mais cursilhos, têm contacto com mais padres e têm ficados mais fundamentalistas. Eu respeito o que elas querem para elas desde que me respeitem a mim. 
 Têm ouvido coisas do género " quem não é de Deus é do Diabo" " reiki, astrólogas, leituras da aura, são coisas do Diabo"
 
Ora bem o que ganham com isto?
Que me afaste cada vez mais da igreja.
Odeio fundamentalismo, em tudo na vida, na religião então, não suporto. Temos de ser críticas e perceber o que faz ou não sentido.
 
Qualquer dia vão comigo a um padre exorcista para tirar o Diabo do meu corpo!! 

Hoje mandou-me um video




 Aqui estamos numa brincadeira mas já tivemos muitas discucoes. 

  

Sem comentários:

Enviar um comentário